terça-feira, 2 de agosto de 2011

Sempre

Sempre me fizeram acreditar que amizades eram momentâneas
Sempre me deixaram a margem por conta do preconceito
Sempre me fizeram acreditar que o AMOR morreria em instantes
Mas um dia eu sai do pó pra onde me levaram
Sempre quis ser respeitada
Sempre quis ser amada e parecia tão improvável
Sempre quis me sentir LIVRE pra dizer o que eu achava
Sempre quis ser EU
Minha alma clamava pra que a sociedade visse o que é REAL
Sempre quis por meus leões pra fora
Grite,dance,faça o que for preciso pra ser VOCÊ!
Eu mudei porque DECIDI
Por favor,almas,façam o MESMO!

2 comentários:

  1. Nossa adorei mesmo viu Menina escritora!!

    ResponderExcluir
  2. Viva a liberdade de expressão! hahaha
    Muito massa tata! curti...

    ResponderExcluir